Falha de segurança no WhatsApp permite que suas mensagens sejam lidas por estranhos 0 47

Android Fans whatsapp-falha-de-seguranca Falha de segurança no WhatsApp permite que suas mensagens sejam lidas por estranhos whatsapp falha no whatsapp apps alha de segurança no whatsapp

Falha permite adicionar membros, expõem conversas e dá poder de administradores nos grupos à invasores.

Um grupo de pesquisadores da Alemanha, descobriram que o WhatsApp possui uma brecha capaz de permitir que sua privacidade seja quebrada no aplicativo. O grupo afirma que é possível adicionar contatos em grupos sem a permissão do administrador, bastando ter acesso ao servidor. Desta forma, a pessoa infiltrada conseguiria ter acesso às conversas e até interagir como membro.

Segundo a pesquisa, a vulnerabilidade tem um conceito simples, mas não é tão fácil executar a ação. Segundo os pesquisadores, pessoas más intencionadas, podem usar a regra de apenas o administrador de um grupo fazer o convite para novos participantes. O problema surge na falta de autenticação para enviar os convites. Por exemplo, se um hacker tiver  o controle do servidor, ele poderia adicionar um contato dentro de um grupo, sem a permissão dos membros ou do próprio administrador.

O infiltrado passaria a ter os mesmo privilégios dos participantes. Como todos os membros compartilham a chave criptografada, permite que o a pessoa infiltrada possa ler as conversas após ser adicionado.

Com a descoberta por exemplo, o WhatsApp poderia ser forçado por governos a usar o artifício para grampear grupos e monitorar pessoas, o que quebra completamente as políticas de privacidade.

Em reposta, os desenvolvedores do WhatsApp, afirmam que a falha foi reportada em julho de 2017. E que a empresa já melhorou a segurança do aplicativo, tornando mais difícil identificar as mensagens mesmo que um invasor consiga decifrar a chave de criptografia. Porém, a falha que permite adicionar pessoas em grupos não vai ser corrigida. O motivo é a dificuldade da vulnerabilidade ser explorada, segundo o próprio WhatsApp, já que, além do controle do servidor, o infiltrado seria rapidamente identificado por conta do alerta de novos membros. Outro motivo é que mudar a tecnologia para prevenir este tipo de ataque eliminaria o recurso que permite que um membro seja adicionado ao clicar em uma URL.

Fonte: Wired

Saiba tudo sobre o WhatsApp

Cometários

android-fans

Tópicos mais populares

Escolhas do editor

%d blogueiros gostam disto: